Tem questões que gostaria de colocar?

  • › O que é a incontinência urinária?

    Incontinência urinária é o termo médico para "perdas involuntárias de urina". É uma situação extremamente comum a que tanto homens como mulheres são suscetíveis. Na realidade, existe um número estimado de 2 milhões de pessoas em Portugal que sofrem de incontinência, pelo que não é caso único.

  • › Posso fazer natação com o DEPEND®?

    Não. De momento, infelizmente, não temos produtos que possam ser utilizados em piscinas. Todavia, se procurar na Internet encontrará vários fatos de banho adequados.

  • › Com que frequência devo mudar o meu DEPEND®?

    Isso depende de si e da frequência das perdas de urina ao longo do dia. No entanto, os produtos Depend® utilizam polímeros superabsorventes (PSA) para garantir que conseguem suportar múltiplas perdas em quantidades variáveis. 

  • › Os produtos da marca DEPEND® são laváveis?

    Não. Embora tenham sido concebidos para suportar múltiplas perdas de urina em quantidades variáveis numa utilização, os produtos Depend® foram concebidos para apenas serem descartáveis. Isto significa que devem ser deitados fora após cada utilização e não lavados para reutilização.

  • › Posso experimentar os produtos DEPEND® antes de comprar?

    Sim. Pode pedir agora uma amostra grátis.

  • › A menopausa afeta o controlo da bexiga?

    Sim, pode afetar. Durante e após o processo de menopausa, os níveis da hormona feminina estrogénio diminuem significativamente. Além de controlar a menstruação e as mudanças físicas durante a gravidez, o estrogénio ajuda a manter a bexiga e a uretra saudáveis. A falta de estrogénio pode provocar o enfraquecimento dos músculos pélvicos responsáveis pelo controlo da bexiga, resultando em incontinência urinária.

  • › O que é a próstata?

    A próstata é uma pequena glândula do sistema reprodutor masculino. Tem a forma e a dimensão de uma noz. A próstata está localizada abaixo da bexiga e à frente do reto. Esta circunda parte da uretra, o tubo que transporta a urina a partir da bexiga. A próstata ajuda a produzir o sémen, que transporta o esperma dos testículos quando o homem ejacula.

  • › Quais são os problemas da próstata mais comuns?

    Os problemas de saúde da próstata que são mais comuns incluem:

    • Prostatite. Trata-se de uma infeção (normalmente bacteriana) que pode ser tratada com antibiótico.
    • Glândula prostática dilatada. Na maior parte dos homens, a próstata aumenta de tamanho à medida que envelhece. Em alguns casos, este aumento pode ser problemático: uma condição denominada hiperplasia benigna da próstata (HBP). Este é um problema comum que afeta mais de 50% dos homens na faixa etária dos sessenta anos. A HBP apresenta vários sintomas que variam de pessoa para pessoa e pode ser tratada de várias maneiras diferentes. Dependendo da gravidade dos sintomas, a HBP pode ser controlada com alterações do estilo de vida, medicação ou cirurgia e alguns desses tratamentos, em particular a cirurgia, poderão resultar em incidentes de incontinência.
    • Cancro da próstata. Corresponde à formação de um tumor maligno na próstata que, por sua vez, poderá espalhar-se pelo corpo e causar problemas de saúde significativos. Ainda que a nivel mundial seja o segundo cancro mais diagnósticado em homens (depois do cancro de pulmão) na Europa é, há alguns anos, o primeiro em número de diagnósticos.
  • › Como promovo a saúde da minha próstata?

    Existem várias iniciativas que podem melhorar a saúde da sua próstata, incluindo:

    • Ter cuidado com a sua dieta. Os homens que comem, pelo menos, cinco peças de fruta e vegetais por dia têm um menor risco de desenvolverem cancro, incluindo o cancro da próstata.
    • Tornar-se ativo. Recomenda-se, pelo menos, 30 minutos de exercício físico diariamente.
    • Faça um check-up anual. Torne a ida anual ao médico numa rotina para facilitar a deteção precoce do cancro da próstata e de outros problemas de saúde, antes de ficarem fora de controlo.
  • › Por que motivo os tratamentos do cancro da próstata causam incontinência urinária?

    A próstata circunda a uretra. Porque a próstata dilatada pode obstruir a uretra, um homem com esta condição pode ter retenção urinária ou outros problemas relacionados com a micção. A remoção da próstata por cirurgia ou a sua destruição através de radiação (quer seja por radiação externa ou implantes de sementes radioativas) perturbam a forma como a bexiga armazena a urina podendo resultar em perda de urina. A radiação pode diminuir a capacidade da bexiga e provocar espasmos que resultam na expulsão de urina. Por vezes, a cirurgia pode também danificar os nervos que ajudam a controlar a função da bexiga.

  • › Como devo descartar os produtos DEPEND® usados?

    Os produtos da marca Depend® foram concebidos para serem utilizados uma vez e depois descartados num saco ou noutro contentor de resíduos. Não deite o produto na sanita. 

  • › Como são fabricados os produtos DEPEND®?

    Os produtos Depend® são constituídos por um penso fino e absorvente feito de polímeros superabsorventes (PSA) que atrai os fluídos, mantendo-os afastados da pele. Todos os produtos são isentos de látex, loções ou fragrâncias.

  • › A DEPEND® tem produtos específicos para homem e mulher ou são unissexo?

    Temos ambos os tipos nos produtos Depend®. Como homens e mulheres têm necessidades diferentes, criámos produtos específicos para cada sexo e outros que podem ser utilizados por ambos os sexos. Utilize o seletor de produtos para encontrar o produto mais adequado às suas necessidades.

  • › Quais as causas da incontinência urinária?

    Existem várias causas para a incontinência urinária. Algumas incluem músculos da bexiga enfraquecidos, complicações derivadas de cirurgia, AVC ou doenças crónicas, como diabetes, esclerose múltipla (EM) e doença de Parkinson. A incontinência urinária também pode ser causada por doenças que afetem os nervos da bexiga ou a espinal medula. As mulheres também podem ficar incontinentes devido a gravidez, parto, histerectomia e os homens devido a problemas da próstata.

  • › Como é que funciona a bexiga?

    O seu organismo armazena urina na bexiga. Durante a micção, os músculos da bexiga contraem para expelir urina para a uretra (um tubo que existe abaixo da bexiga). Simultaneamente, os músculos à volta da uretra relaxam e deixam a urina passar. A incontinência ocorre quando a urina é expelida da bexiga e da uretra sem que a pessoa tenha noção ou controlo.

  • › Existem diferentes tipos de incontinência?

    Sim, existem quatro categorias principais: incontinência de esforço, incontinência por urgência, incontinência por extravasamento e incontinência funcional.

  • › Posso fazer alguma coisa para controlar a minha incontinência?

    Pode tomar diversas medidas simples, incluindo:  

    • Urine regularmente e promova o bom funcionamento intestinal.
    • Monitorize a ingestão de líquidos. Beba, pelo menos, seis a sete copos (1/4 de litro) de água por dia para manter a sua bexiga saudável. Quando bebe menos água, a sua urina é mais concentrada, o que pode irritar o revestimento da uretra e da bexiga.
    • Tenha atenção à sua dieta. Diversos alimentos, como cafeína, álcool, bebidas e alimentos ácidos (como tomate e citrinos), chocolate, adoçantes artificiais, especiarias picantes e bebidas gaseificadas, podem provocar irritações na bexiga. Descubra quais os alimentos e bebidas que causam perda de urina e retire-os da sua dieta.
    • Considere o fator peso. A perda de 5% a 10% de peso pode ajudar a aliviar a pressão adicional que é exercida sobre a bexiga e músculos circundantes pelo excesso de peso e ainda ajudar a controlar a incontinência.
    • Exercite os músculos do pavimento pélvico (exercícios também conhecidos como Kegels) para fortalecer os músculos que ajudam a controlar a micção.
  • › Se tenho incontinência urinária, devo consultar o meu médico?

    Sim, e não tem de se sentir envergonhado. O seu médico estará bem familiarizado com a situação. Antes de consultar o médico, é boa ideia manter um diário da quantidade de líquidos que ingere por dia e quando, da frequência com que urina, das situações de incontinência e em que circunstâncias (durante o exercício físico, ao levantar objetos pesados, rir, tossir ou espirrar). Se se sentir envergonhado(a) ou achar difícil abordar o assunto com o seu médico, escreva as suas questões em casa antes de ir à consulta. Também pode praticar, colocando as questões em voz alta, sozinho(a). Isto irá facilitar a abordagem durante a consulta. São as seguir apresentadas algumas questões que pode ter interesse em colocar:  

    • O que bebo ou como pode causar perda de urina?
    • Os medicamentos que tomo podem causar perda de urina?
    • Que tratamentos existem para recuperar o controlo da bexiga? Qual é o melhor para mim?

    Não se esqueça, sob supervisão médica a incontinência pode ser tratada e possivelmente curada. Mesmo que o tratamento não seja totalmente bem-sucedido, uma gestão cuidadosa poderá ajudá-lo(a) a sentir-se mais tranquilo(a) e confiante. 

  • › Qual é a melhor proteção para as perdas de urina?

    A Depend® tem vários produtos concebidos especificamente para proteção feminina e masculina. Estes são feitos de polímeros superabsorventes (PSA) para que possam absorver mais líquido e evitar a libertação de odores. Os nossos slips têm um novo estilo, semelhante em aspeto e conforto à roupa interior normal. 

  • › Como controlo a incontinência no trabalho?
    • Utilize o produto de incontinência certo. As soluções que existem atualmente para a incontinência, como os produtos Depend®, utilizam polímeros superabsorventes (PSA) que retêm a urina e suportam mais líquidos, aumentando a proteção. Temos uma gama abrangente de estilos, tamanhos e níveis de absorção concebidos para se adequarem às suas necessidades e estilo de vida. Utilize o nosso seletor de produtos para encontrar o produto certo para si.
    • Evite tomar cafeína ou água. A cafeína presente no café é diurética, o que aumenta a necessidade de urinar.
    • Exercite os músculos do pavimento pélvico (exercícios de Kegel). Pode fazê-los discretamente sem que ninguém se aperceba – mesmo durante uma reunião.
  • › Eu tenho uma vida bastante ativa. Têm sugestões sobre como substituir o produto em qualquer altura?

    Sim. Aqui estão algumas sugestões simples do que pode fazer para certificar-se de que está sempre pronto(a), independentemente do lugar onde se encontra. 

    • Tenha sempre consigo um artigo sobressalente. Os nossos produtos são suficientemente discretos para tê-los na mala ou no bolso.
    • Tenha sacos de plástico sempre à mão para descartar o produto.
    • Tenha um produto de "emergência" no porta-luvas.
    • Guarde um saco de ginástica com itens essenciais na bagageira do carro.
    • Estabeleça um horário para as trocas regulares
    • Localize com antecedência as casas de banho, especialmente em locais que visite frequentemente. Um planeamento antecipado faz toda a diferença.
  • › O que posso fazer para tratar a minha incontinência urinária após cirurgia ao cancro da próstata?

    Pode fazer muitas coisas, em pequena e larga escala, para melhorar os seus sintomas após a cirurgia ao cancro da próstata. Estes incluem:  

    • Tratamentos ao pavimento pélvico. Um treino comum de exercícios, denominado exercícios de Kegel, fortalece os músculos que contrai quando tenta parar a micção a meio. Estes exercícios podem ser combinados com programas de biofeedback que ajudam a treinar ainda melhor estes músculos.
    • Cuidados de assistência. Este tratamento inclui modificação do comportamento, como por exemplo ingerir menos líquidos, evitar a cafeína, álcool ou especiarias e não beber antes de dormir. Algumas pessoas são encorajadas a urinar regularmente e não esperar até ao último instante possível para fazê-lo. Para algumas pessoas, a perda de peso pode resultar num melhor controlo da bexiga. Os cuidados de assistência também envolvem alterações de medicamentação que interfira com a incontinência.
    • Medicação. Uma diversidade de medicamentos pode aumentar a capacidade da bexiga e diminuir a frequência da micção.
    • Estimulação elétrica neuromuscular. Este tratamento é utilizado para re-treinar e fortalecer músculos enfraquecidos do sistema urinário e melhorar o controlo da bexiga. Este tratamento consiste na introdução de uma sonda no ânus e na aplicação de corrente abaixo do limiar de dor, provocando uma contração. O paciente é instruído a contrair os músculos quando a corrente é ligada. Após a contração, a corrente é desligada.
    • Cirurgia, injeções e dispositivos. As funções da bexiga podem ser melhoradas com diversas técnicas. Estas incluem:
    • Esfíncter artificial. Este dispositivo controlado pelo paciente é constituído por três partes: uma bomba, um balão regulador de pressão e um balão que rodeia a uretra impedindo as perdas de urina. A utilização do esfíncter artificial pode curar ou melhorar significativamente a incontinência em mais de 70-80% dos pacientes.
    • Faixa de suporte bulbouretral. Para alguns tipos de perda de urina, pode ser utilizada uma faixa de suporte bulbouretral. Esta faixa de suporte é um dispositivo que é usado para suspender e comprimir a uretra. É fabricado a partir de material sintético ou de tecido do paciente e é utilizado para criar a compressão uretral necessária para obter o controlo da bexiga.
    • Outra cirurgia. O seu médico também poderá realizar uma outra cirurgia que é útil em alguns casos. Esta cirurgia implica a colocação de anéis de borracha em redor da extremidade da bexiga para ajudar a reter a urina.
Definições de Cookie