Incontinence treatments

Tratamentos para a incontinência

Informações sobre a incontinência

Cerca de 80% dos casos de incontinência podem ser tratados, pelo que não existe qualquer motivo para não explorar as opções de tratamento disponíveis. Muitas pessoas nesta situação têm vergonha de procurar tratamento; mas sabia que mais de 200 milhões de pessoas em todo o mundo sofrem de algum tipo de incontinência? 

Geralmente, o tipo de incontinência (esforço, extravasamento ou urgência) determina o tratamento de incontinência de que necessita. Em muitos casos, uma equipa de profissionais de saúde incluindo o seu médico, enfermeira ou profissional de saúde, poderá trabalhar consigo no sentido diagnosticar e oferecer opções de tratamento. Juntos poderão optar pelas medidas apropriadas. Não se esqueça, o primeiro passo é consultar um profissional de saúde.

Lidar com a incontinência

  • Perda de urina  – Uma bexiga enfraquecida pode resultar em incontinência. Existem diversos tratamentos para ajudar a controlar esta doença.
  • Exercitar os músculos do pavimento pélvico – Os músculos do pavimento pélvico mantêm a bexiga, o útero e o intestino em posição. O exercício dos músculos do pavimento pélvico mantém os músculos fortes para melhor controlo da bexiga e dos intestinos.
  • Estudos Urodinâmicos – Consistem numa série de exames que avaliam a função da bexiga, do esfíncter e da uretra, incluindo a forma como armazenam e expelem urina.
  • Medicação – Existem diversos medicamentos disponíveis para tratar a incontinência por urgência, mas as opções mais amplamente utilizadas suprimem as contrações da bexiga retardando a vontade de urinar.
  • Cirurgia – Embora seja um procedimento mais invasivo e apresente um maior risco de complicações do que qualquer outra terapia, a cirurgia para o tratamento da incontinência pode ser uma solução a longo prazo para problemas mais graves.
  • Suspensão uretral retropúbica (TVT) – A suspensão uretral retropúbica é um procedimento cirúrgico que ajuda a controlar a incontinência de esforço. A cirurgia fecha a uretra e o colo da bexiga para evitar as perdas de urina.

Geralmente, no tratamento da incontinência é melhor começar com simples alterações do comportamento. Estas podem ter um impacto maior e positivo na incontinência, sem ser preciso revolucionar a sua vida. Se estas alterações não ajudarem, fale com o seu médico sobre as opções de medicação ou cirurgia.

Alterações do estilo de vida: Pode fazer determinadas mudanças na sua rotina diária para reduzir a incontinência, incluindo:

  • Reduzir a ingestão de café, chá, chocolate, refrigerantes e álcool. Todas estas bebidas são diuréticas, o que significa que originam a produção de mais urina do que o normal, tornando-o(a) mais suscetível a episódios de incontinência
  • A obstipação também exerce pressão adicional sobre a bexiga e músculos do pavimento pélvico, pelo que terá de certificar-se de que inclui na sua dieta frutas frescas, vegetais e fibras. Estes ajudam o sistema digestivo a funcionar melhor e a evitar a obstipação
  • Recomenda-se que beba cerca de 2 litros de água por dia (embora deva tentar reduzir a ingestão de líquidos antes de dormir). Se beber pouca água, a urina pode ficar concentrada e atuar como um agente irritante para a bexiga
  • O excesso de peso pode também exercer pressão na bexiga e provocar incontinência. Isto é particularmente importante se o seu IMC (índice de massa corporal) for superior a 25. A ingestão de alimentos mais saudáveis e o exercício físico ajuda a reduzir o peso e melhora o seu controlo da bexiga. 

Controlo da bexiga: Este método de tratamento da incontinência é particularmente eficaz no tratamento da incontinência por urgência. O controlo da bexiga verifica-se sempre que retarda a ida à casa de banho quando sente vontade de urinar. Por exemplo, no início do treino, tente retardar a ida à casa de banho 10 minutos depois de sentir vontade de urinar. No dia seguinte, retarde a ida à casa de banho 15 minutos, e assim sucessivamente. A maioria dos profissionais de saúde recomenda idas à casa de banho a cada 2-4 horas. 

Idas à casa de banho programadas: Isto consiste em ir à casa de banho a horas específicas e de forma planeada, por oposição a ir sempre que tenha vontade. É normal ter vontade a cada 2 horas, aproximadamente, mas fale com o seu médico no sentido de estabelecer uma rotina adequada para si.

Material de apoio ao incontinente: A utilização de material de apoio e de produtos para a incontinência pode ajudá-lo(a) a gerir a situação. Estes materiais reduzem o impacto desta condição, permitindo que aproveite e viva a vida da melhor forma possível.

O material de apoio ao incontinente está normalmente disponível como roupa interior, pensos ou protetores superabsorventes que retêm os líquidos, transformando-os em gel para evitar fuga e manter a pele seca. Também ajudam a controlar os odores. Depend® tem uma gama de produtos fantásticos para homem e mulher.